CICLISMO | 3.ª ETAPA QUE PASSOU PELO CONCELHO DE ABRANTES GANHA PELO ESPANHOL ÓSCAR PELEGRI (Rádio Popular-Boavista) COM RAUL ALARCON (W52-FC PORTO) A MANTER A AMARELA

O ciclista espanhol Óscar Pelegri da (Rádio Popular-Boavista FC) venceu 3.ª etapa do Grande Prémio Nacional 2, vencendo ao sprint na chegada a Montargil, após 144,1 quilómetros desde Pedrógão Grande e com passagem pelo Concelho de Abrantes, com a meta volante localizada na cidade a ser vencida por um dos três fugitivos, no caso Iba Sagatibeltz (Team Euskadi).

 

3.ª Etapa – Montargil | FPC

 

Óscar Pelegri (Rádio Popular-Boavista) venceu hoje a terceira etapa do Grande Prémio Nacional 2, em Montargil, prolongando o domínio espanhol, pois vieram do país vizinho os vencedores de todas as tiradas já disputada. Também é espanhol o dono da camisola amarela, Raúl Alarcón (W52-FC Porto).

A jornada de hoje, 144,1 quilómetros entre Pedrógão Grande e Montargil, teve animação garantida pelas mesmas equipas que ontem arriscaram estar representadas na fuga. Desta feita os protagonistas foram Julen Irizar (Euskadi Basque Country-Murias), vencedor da segunda etapa, Gonzalo Serrano (Caja Rural-Seguros RGA) e Ibai Azurmendi (Team Euskadi), que abalaram do pelotão com cerca de 30 quilómetros percorridos.

A W52-FC Porto controlou à distância, não mostrando total interesse em absorver os fugitivos, apesar de ter a camisola amarela no corpo de Raúl Alarcón. O Sporting-Tavira e a Vito-Feirense-BlackJack pegaram na corrida e condenaram a fuga ao insucesso, pensando na vitória de etapa. Acabaram por ter a ajuda da Euskadi Basque Country-Murias, depois de Julen Irizar ter abdicado da escapada. O pelotão passou a rolar compacto, já dentro do circuito final, a 10 quilómetros do fecho da etapa.

No sprint final acabou por ser a Rádio Popular-Boavista a colher os louros da vitória, através de Óscar Pelegri. O segundo foi o francês Cyril Barthe (Euskadi Basque Country-Murias) e o terceiro João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), com as mesmas 3h23m19s do vencedor.

Raúl Alarcón teve mais uma jornada relaxada com a camisola amarela, mantendo-se no topo da geral individual, com a concorrência a uma diferença considerável. Os rivais mais próximos são Mário González (Sporting-Tavira), a 2m39s, e David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli), a 2m43s.

O espanhol da W52-FC Porto tem a vitória na geral praticamente garantida, mas o sucesso é já certo na classificação da montanha, pois não há mais subidas pontuáveis até ao final da competição. Mário González segue na frente da classificação por pontos, Cyril Barthe é o melhor jovem e Txomin Jurasti ganhou as metas volantes do dia. A W52-FC Porto encima a classificação por equipas.

O Grande Prémio Nacional 2, que começou em Trás-os-Montes, chega neste sábado ao Alentejo. A quarta etapa terá 159,7 quilómetros, a percorrer entre Montargil e Aljustrel.

Consulte aqui todos os dados da 3.ª etapa, classificações.

. Fonte: FPCiclismo

,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.