CICLISMO | RAUL ALARCON MANTEM AMARELA NO 2.º DIA DA PROVA ENTRE CASTRO D’AIRE E PEDROGÃO NA PROVA QUE PASSARÁ JÁ AMANHÃ SEXTA-FEIRA PELO CONCELHO DE ABRANTES

O ciclista basco Julen Irizar (Euskadi Basque Country-Murias) ganhou hoje a segunda etapa do Grande Prémio Nacional 2, terminando isolado os 177,2 quilómetros que levaram os corredores de Castro Daire até Pedrógão Grande. O espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) conservou a camisola amarela. Mário Gonzalez da Sporting/Tavira é o mais directo perseguidor.

 

Julen Irizar (EuskadiBasque Country-Muria)

 

O dia de hoje foi animado por três representantes do pelotão espanhol. Julen Irizar (Euskadi Basque Country-Murias), Txomin Jurasti (Team Euskadi) e Mauricio Moreira (Caja Rural-Seguros RGA) escaparam ao pelotão com cerca de um terço da etapa percorrida e foram galgando terreno até terem mais de 6 minutos de vantagem.

A W52-FC Porto soube jogar com a grande vantagem de Alarcón na geral, não forçando muito a nota para eliminar a diferença dos fugitivos. De forma surpreendente, foi o Sporting-Tavira que pegou na corrida, assumindo a perseguição à entrada nos derradeiros 40 quilómetros. Na mesma altura, Txomin Jusrasti foi, inadvertidamente, derrubado pelo carro de apoio da Euskadi Basque Country-Murias.

A queda e a perseguição mais forte do pelotão, acabaram por dinamitar a fuga, que perdeu tempo, coesão e elementos, ficando com o grupo principal, entretanto comandado pela Team Euskadi, por perto. Julen Irizar insistiu na frente da corrida, resistindo à tentativa de Filipe Cardoso (Rádio Popular-Boavista) chegar à cabeça de corrida e também não permitiu a chegada do pelotão, conquistando, assim, a primeira vitória como profissional.

Julen Irizar cortou a meta com 13 segundos de vantagem sobre o pelotão, comandado por Mário González (Sporting-Tavira) e João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), segundo e terceiro, respetivamente.

Rául Alarcón chegou integrado no pelotão e continua no topo da geral. Mário González é o segundo, a 2m39s, e David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli) é o terceiro, a 2m46s.

Nas classificações secundárias, Raúl Alarcón continua como rei dos trepadores, Mário González assumiu o comando por pontos e Cyril Barthe (Euskadi Basque Country-Murias) mantém-se como o melhor jovem em prova. Txomin Jurasti aproveitou a fuga para ser o primeiro nas metas volantes desta etapa. A W52-FC Porto segue no topo da geral coletiva.

A terceira etapa, a disputar nesta sexta-feira, é uma ligação de 144,1 quilómetros, entre Pedrogão Grande e Montargil, que passará pelo Concelho de Abrantes, Alferrarede, Abrantes (centro), Rossio ao Sul do Tejo, Arrifana, Bemposta, serão as localidades por onde passarão os ciclistas a partir das 13:00 horas, numa prova transmitida pela TVI24.

Consulte aqui todos os dados da 2.ª etapa, classificações.

. Fonte: FPCiclismo

,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.