BANCADA DO ESTORIL NÃO ESTÁ E NUNCA ESTEVE EM RISCO SEGUNDO RELATÓRIO DO LNEC

Segundo o relatório publicado hoje pelo LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil), após uma vistoria completa e detalhada à bancada do Estádio António Coimbra da Mota no Estoril pode-se constatar que os danos visíveis estão circunscritos à lage térrea, sem influir na estrutura da bancada que fez cancelar a 2.ª parte do jogo Estoril-FC Porto que a equipa da casa vence ao intervalo.

 

Bancada Estádio António Coimbra Mota – Estoril

 

O relatório do Laboratório Nacional de Engenharia Civil à bancada do Estádio António Coimbra da Mota, local do episódio que suspendeu o jogo entre o Estoril e o FC Porto da última Segunda-feira revela que a estrutura não está, nem nunca esteve em risco de colapsar.

O LNEC considera que bancada não apresenta danos estruturais e em nenhum momento esteve em causa a segurança dos espectadores.

O documento menciona relatos do ruído que foi ouvido pelos adeptos ao intervalo, e considera que que os danos ocorreram nessa altura e não previamente.

“O incidente resultou da perda de apoio da lage térrea na zona das instalações sanitárias masculinas do lado nascente. Deduz-se que o estrondo alegadamente ouvido durante o intervalo do jogo tenha resultado essencialmente da rotura da lage térrea em redor do pilar situando nessa referida instalação sanitária.”

O LNEC assegura que as fissuras nas paredes e os outros danos estão circunscritos à laje térrea que está directamente em contacto com o aterro em que assenta a bancada.

Não existe risco em nenhuma das estruturas fundamentais que suportam a bancada. No dia do jogo, um engenheiro que esteve no estádio a pedido do Estoril tinha garantido que havia condições para os adeptos voltarem a ocupar a bancada, o que acabou por não se concretizar porque a GNR considerou não haver condições para fazer reentrar os adeptos em segurança.

O LNEC recomenda ao Estoril que proceda rapidamente a obras de reconstrução da lage térrea, com a implementação de um plano de nivelamento geométrico.

Numa reacção ao relatório do LNEC, Carlos Carreira, presidente da Câmara de Cascais, emitiu um comunicado:

” A autarquia irá tomar uma posição sobre o caso na próxima semana. Com a equipa de técnicos municipais, estudaremos o relatório nas próximas horas. Juntamente com toda a informação urbanística que já compilámos, assim com o levantamento do desenvolvimento histórico do Estádio e de toda a zona envolvente, tomarei uma posição pública na próxima semana”.

Carreira sublinha o facto de o LNEC comprovar que a estrutura não está nem nunca esteve em risco de colapsar.

A realização da Segunda parte do encontro está marcada para o dia 21 de Fevereiro de 208 Pelas 18:00 horas. Recorde-se que o Estoril chegou ao intervalo a vencer por 1-0.

 

Vistoria LNEC Bancada Estoril | Foto: A Bola

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.