A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) constrói novo Centro de Saúde na Vidigueira e investe em Hospital de Beja

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) vai investir 3,3 milhões de euros em obras, nomeadamente na construção do novo Centro de Saúde de Vidigueira, e em equipamentos para o Hospital de Beja, em 2018.

As quatro obras e o projeto de compra de novos equipamentos para o Hospital de Beja, que vão implicar um investimento total de 3.361.524,46 euros, já foram aprovados para serem co-financiados por fundos comunitários, revela a ULSBA em comunicado.

 

Hospital de Beja | Portal SNS

 

O maior investimento previsto, de 1.689.679,89 euros, vai para a construção do novo Centro de Saúde de Vidigueira e será co-financiado em 85 % por fundos comunitários e 15 % por verbas da ULSBA, indica a instituição, referindo que vai lançar «muito em breve» o concurso público internacional para adjudicar a obra.

O segundo maior investimento, de 1.083.138 euros, destina-se ao projeto de substituição e modernização de equipamentos para realização de exames de diagnóstico pela imagem no Serviço de Imagiologia do Hospital de Beja.

Através do projeto, que será cofinanciado em 85 % por fundos comunitários e 15 % por verbas da ULSBA, vão ser comprados sete novos equipamentos: um de tomografia axial computorizada (TAC), um de RX convencional e outro de RX portátil com detetor digital, um de mamografia, uma estação de diagnóstico de imagiologia e dois ecógrafos.

A ULSBA já lançou o concurso público internacional para a compra dos novos equipamentos, que vão substituir os que são usados atualmente no Serviço de Imagiologia do hospital, para permitir aos profissionais dar «uma melhor resposta às necessidades dos utentes».

O terceiro maior investimento, de 315.366,47 euros, vai para a requalificação do Centro de Saúde de Mértola e também será cofinanciado em 85 % por fundos comunitários e 15 % por verbas da ULSBA, sendo que já foi lançado o concurso público para adjudicar a obra.

 

 

Outra das obras, no valor de 103.340,10 euros, vai permitir requalificar a Extensão de Saúde de Messejana, no concelho de Aljustrel, e será co-financiada em 85 % por fundos comunitários e 15 % por verbas do município.

Outro dos projetos vai servir para requalificar a Unidade de Preparação de Produtos Citotóxicos do Hospital de Dia de Beja e implicar um investimento de 170.000 euros. A obra vai começar dia 11 de janeiro e será cofinanciada por fundos comunitários e verbas da instituição.

A ULSBA refere ainda que concluiu, no início deste ano, a instalação do novo sistema de ventilação, climatização e tratamento do ar das unidades de cuidados intensivos polivalentes do Hospital de Beja, num investimento de 93.916 euros financiado por verbas da instituição.

Em 2017 concluiu duas obras financiadas por verbas da instituição: a requalificação da Unidade de Espera da Urgência dos Cuidados Pediátricos do Hospital de Beja, no valor de 61.393 euros, e uma intervenção na Extensão de Saúde de Vila Nova de São Bento, no concelho de Serpa, no valor de 10.000 euros.

in portal do sns

Ao contrário de outros locais, aqui quem constrói é o Ministério e não a Administração. O mesmo país com atitudes diferentes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.