Decretado Luto Nacional | 35 mortos confirmados, 15 feridos graves, 7 pessoas desaparecidas

O Governo decretou luto nacional da próxima Terça-Feira dia 17/10/2017 até Quinta-feira dia 19/10/2017, em virtude das 35 vitimas já contadas por causa dos incêndios que assolaram o passado Domingo 15/10/2017, que fica para a história de má memória.

A ANPC admite que possa haver ainda mais destinos fatídicos, resultantes da situação tremenda que se viveu em Portugal.

Das 532 ocorrências que resultaram em incêndios neste Domingo, já morreram 36 pessoas, 63 feridos, 19 dos quais são Bombeiros, dos quais 15 em estado grave, sendo um deles Bombeiro. Há ainda referência a 7 pessoas desaparecidas.

A vitima mais recente, era um ferido grave que estava internado no Hospital de Viseu, que cedeu aos ferimentos graves que possuía.

Neste trágico balanço apareceu mais uma vitima bebé de um mês que havia desaparecido em Tábua, que foi encontrado morto esta segunda-feira de manhã.

No Briefing, esta segunda-feira, das 20:00′, Patrícia Gaspar confirmou que:

  • 39 pessoas foram assistidas nos diferentes teatros de operações,  existem ainda 7 pessoas desaparecidas, 2 no concelho de Coimbra e 5 no concelho de Viseu.
  • Desde a meia-noite, há o registo de um total de 163 ocorrências, 50 delas ainda em curso.
  • Pelas 19:47′ existem ainda em curso 41 Incêndios, combatidos por 3488 meios humanos e 1055 meios terrestres.
  • Mantém-se o alerta vermelho para os 18 distritos de Portugal Continental e estão em curso 20 planos municipais de emergência, nos distritos de Aveiro, Coimbra e Leiria.
  • As vítimas mortais são dos distritos de: Viseu, de Coimbra, da Guarda e Castelo Branco.

  • O fogo matou dentro de casa e na via pública.
  • Conseguiu apanhar quem tentava fugir das chamas, como é o caso de uma mulher de 19 anos, grávida, que morreu quando entrou em contramão na A25, junto a Vouzela.
  • No mesmo concelho, na aldeia de Ventosa, foram encontradas três pessoas mortas dentro da própria casa e uma na via pública.
  • Na Sertã, em Vale de Laço, morreu um homem com cerca de 50 anos.
  • O fogo tirou ainda a vida a quem arriscou salvar os bens que tinha. Em Penacova, na aldeia de Vale Maior, dois irmãos apicultores perderam a vida a tentar salvar o negócio do pai.

 

Paulo Delfino Cruz

Um pensamento sobre “Decretado Luto Nacional | 35 mortos confirmados, 15 feridos graves, 7 pessoas desaparecidas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.