RESCALDO INCÊNDIOS | Assunção Cristas visita Concelhos de Abrantes e Mação

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, visitou esta segunda-feira às áreas ardidas no concelho de Abrantes e Mação. Aldeia do Mato e de Rio de Moinhos foram as localidades visitadas em Abrantes, já em Mação passou por várias áreas deste concelho e reuniu á porta fechada com os autarcas Vasco Estrela e António Louro e falou numa grande falta de coordenação operacional durante os incêndios que assolaram estas zonas.

A Presidente do CDS frisou na questão da descoordenação, tendo afirmado que: “este ano não teve piores condições de clima do que nos anos anteriores, não teve mais ignições do que nos anos anteriores e é um ano em que tudo infelizmente correu pior que nos anos anteriores do ponto de vista da área ardida de danos e de vidas afectadas e, portanto, tem de haver explicações por parte do governo.  Referindo-se ao Primeiro Ministro António Costa, este tem sido muito rápido nas palavras, mas muito lento nas ações e aquilo que ouvi é a dúvida sobre a chegada dos apoios. Há uma preocupação mais do que justa e legitima em Mação tem a ver com a possibilidade de ter alguma excepção uma vez que aqui temos 75 por cento de área afectada. Se queremos recuperar este território tem de haver um apoio significativo e foi este Governo que cancelou um concurso de 300 milhões de euros de apoio à defesa da floresta contra incêndios”, afirmou Assunção Cristas.

Em Mação, onde esteve reunida durante cerca de uma hora com os autarcas locais e Assunção Cristas considerou que:  “é um exemplo de boa prevenção estrutural em muitas zonas, mas quando não se alia um bom sistema de combate, uma boa coordenação no terreno àquilo que é o trabalho feito previamente ao nível da estruturação da floresta, também os resultados não são visíveis e isso deixa uma marca de grande frustração. Estive em Abrantes e agora em Mação, que é o concelho que este ano teve a maior área ardida de todo o país, e de forma até muito frustrante, porque é um concelho exemplar na gestão da sua floresta pelo trabalho feito em conjunto com os proprietários durante muitos anos no terreno. Eu ouvi aqui, como tenho ouvido outros presidentes de câmara, que este ano foi sentido no terreno uma grande falta de coordenação operacional, naturalmente que há ainda muitas questões estruturais para resolver, e o CDS empenhar-se-á como sempre nesta matéria e estará sempre presente para ajudar a melhorar as condições estruturais. Mas não podemos esquecer que este ano em particular houve decisões concretas tomadas no terreno nos teatros de operações de grande descoordenação e levaram a que incêndios que não tinham razão para se tornarem demasiado grandes assim tivessem acontecido”, criticou a líder do CDS-PP.

A ex-ministra da Agricultura lembrou ainda já ter estado em Mação, assim como em Aldeia do Mato, Abrantes, quando exercia o cargo, onde observou: “o excelente trabalho que havia sendo feito e o senhor primeiro-ministro às vezes usa tons e linguagens pouco apropriadas. E parece que tem memória curta e é preciso lembrar tudo aquilo que foi feito pelo anterior Governo e talvez por isso tenha deitado abaixo tão bom trabalho que vinha sendo feito. Vale a pena lembrar que o senhor primeiro-ministro, quando foi ministro da Administração Interna acabou com os guardas florestais. Esta será uma grande oportunidade para que o Governo reconheça as especificidades de Mação, o trabalho que foi feito e possa alocar verbas de forma significativa também para Mação para que aqui se possam desenvolver projectos exemplares para o país”, defendeu Assunção Cristas; Líder do CDS em visita aos concelhos de Abrantes e Mação.

 

/Paulo Delfino Cruz

 

 

 

Um pensamento sobre “RESCALDO INCÊNDIOS | Assunção Cristas visita Concelhos de Abrantes e Mação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.